Independência comemorada com tomada de posse do novo Presidente

 

O 10.º aniversário da restauração da independência em Timor-Leste vai ser assinalado hoje com a tomada de posse do novo Presidente, Taur Matan Ruak. A tomada de posse está marcada para as 22:30 de hoje, mas o discurso do novo Presidente só acontecerá aos primeiros minutos de domingo.

 

O Presidente português, Cavaco Silva, o chefe de Estado indonésio, Susilo Bambang Yudhoyono, o antigo secretário-geral da ONU Kofi Annan e os governadores-gerais de Austrália e Nova Zelândia, Quentin Bryce e Anand Satyanand, respetivamente, estão de visita oficial ao país e assistirão às cerimónias.

 

Do programa de visita provisório do Presidente da Indonésia, a que a agência Lusa teve acesso, consta uma visita ao cemitério de Santa Cruz, do qual em 1991 foram divulgadas imagens – de timorenses massacrados por tropas indonésias - que chocaram o mundo e mobilizaram a comunidade internacional para reivindicar a independência do território.

 

No domingo, as cerimónias começam às 08:00, com o içar da bandeira nacional, um desfile militar e a inauguração do Arquivo e Museu da Resistência Timorense, onde o primeiro-ministro e líder histórico da resistência, Xanana Gusmão, fará um discurso. É também no domingo que Taci Tolu, onde há dez anos foi proclamada a restauração da independência, vai ser palco de uma série de concertos, que prosseguem até dia 26.

 

O Governo de Timor-Leste deu três dias de tolerância de ponto - quinta, sexta e segunda-feira – aos funcionários públicos para participarem nas comemorações e a capital timorense, Díli, está enfeitada com bandeiras e as cores nacionais.