"Xanana Gusmão e os Primeiros 10 anos da Construção do Estado Timorense"


 

A primeira década de Timor-Leste pela voz de Xanana Gusmão
Livro constitui um testemunho fundamental sobre o que foram os primeiros dez anos da construção do Estado timorense.

A Porto Editora anuncia a publicação de "Xanana Gusmão e os primeiros 10 anos da construção do Estado timorense", da autoria de Kay Rala Xanana Gusmão. Este livro será apresentado oficialmente em Díli, durante a Feira do Livro Português, chegando também, entretanto, às livrarias portuguesas.

 

A importância histórica e política desta obra é confirmada pelo facto de o livro ter Prefácios de Aníbal Cavaco Silva, Durão Barroso, Jorge Sampaio e António Guterres, personalidades que, em dado momento, tiveram participação direta no longo processo de autodeterminação e independência de Timor-Leste.

 

“Hoje, assumimos, com humildade e perante a Comunidade Internacional, as nossas obrigações para com o nosso Povo. Quisemos ser nós mesmos, quisemos orgulhar-nos de sermos nós próprios, um Povo e uma Nação”. Estas palavras foram ditas por Xanana Gusmão, no seu discurso a 20 de maio de 2002, data que entrou para a História como a da fundação da República de Timor-Leste, livre e independente. Dez anos depois, esse orgulho e esse sentido de responsabilidade de todo um povo estão bem patentes nas mais de 600 páginas em que Xanana Gusmão, indiscutivelmente o rosto e a voz dos timorenses reconhecida em todo o mundo, revisita, através dos seus discursos, o que foi a primeira década de Timor-Leste.

 

Escrito na primeira pessoa, este livro permite compreender as dificuldades e desafios que se colocam a uma jovem Nação, saída de uma situação de pós-conflito, na árdua tarefa de construção de um Estado de Direito democrático.

 

O período abrangido por este livro corresponde aos momentos mais significativos vividos por Timor-Leste como Nação soberana e independente, sendo que os discursos versam, sobretudo, a visão do autor na construção do Estado, na promoção da paz e da reconciliação nacional, na procura da estabilidade e na consolidação das relações entre Timor-Leste e a comunidade internacional, com destaque para os seus vizinhos na região e os países amigos da CPLP.

 

Xanana Gusmão é um líder histórico da resistência pela independência de Timor-Leste, uma das mais jovens democracias do mundo. Foi o primeiro Presidente da República deste país, e neste momento, exerce as funções de Primeiro-Ministro e Ministro da Defesa e Segurança.

 

Com prefácio de:
Aníbal Cavaco Silva
Durão Barroso
Jorge Sampaio
António Guterres

 

Dos Prefácios:

“Em colaboração estreita e leal com os restantes Pais Fundadores da República, Xanana Gusmão colocou Timor num patamar elevado, o que permite alimentar a legítima expetativa de que o contributo deste país para a paz, a segurança e a prosperidade coletivas será cada vez maior.”


Xanana Gusmão, um dos Pais Fundadores da República, Aníbal Cavaco Silva

“A luta timorense narra-se na primeira pessoa do plural e o verdadeiro herói foi todo o seu povo. Mas Xanana Gusmão foi um dos personagens maiores dessa luta e tornou-se um verdadeiro símbolo do Timor-Leste independente.”


Timor-Leste: uma inspiração para o mundo, José Manuel Durão Barroso

“A consolidação do regime constitucional, cujo registo está feito na coleção das intervenções políticas de Xanana Gusmão, torna, por definição, as instituições mais importantes do que os homens. Mas, no nosso tempo, poucos tiveram, como Xanana Gusmão, o privilégio de serem os fundadores de uma nova nação.”


A importância de ser Xanana Gusmão, Jorge Sampaio

“A visão, a coragem e a liderança de Xanana Gusmão galvanizaram o heroísmo do povo de Timor-Leste e acabaram por tornar possível a independência deste belo país – um sonho em que muitas pessoas tinham deixado de acreditar há muito tempo.”


A liderança empenhada de Xanana Gusmão, António Guterres